20100324

this means WAR

Nada está bem quando tudo está bem..
Juntemos um conjunto de seres vivos vulgo da espécie humana, confinados a um espaço coberto e  delimitado a uns quantos metros quadrados, ok?
É atribuído diariamente a estes seres, determinadas tarefas a desempenhar durante um período de horas, estipulado por uma ordem superior aos mesmos.Resultado:
  1.  ROTINA, cada um executa simplesmente  a sua missão com  melhor ou pior  perfomance. O final do dia de labor chega  naturalmente...este episódio é repetido vezes sem conta sem que alguém ponha em causa esta condição rotineira de estar com outros seus congéneres sem sequer questionar  os porquês.
  2.  SATURAÇÃO, o hábito de execução da função tolerando o próximo com um sempre bem estar quase obrigatório
  3. COMPORTAMENTOS, novas formas agora mais bruscas e campónias, de dialogar com os outros que se perfilam repetidamente no seu campo de visão.
  4. CHOQUE, evidencia-se através da intriga, da difamação, do jogo sujo e desleal faltando o respeito total à falta de ética essencial para um normal batimento cardíaco de qualquer máquina industrial ou humana.
      Tudo isso acontece porque a natural condição humana não permite que o que está bem permaneça sempre bem, se assim fosse a rotina carecia de significado e de    razão para existir em tudo o que nós fazemos dia a dia com os nossos semelhantes e muito diferentes seres (i)racionais coexistindo no mesmo espaço.
Elementar meus caros mother fuckers humanóides, posso afirmar com propriedade que acabei de definir o conceito GUERRA numa micro escala provinciana, digo eu...
É caso para citar um brains qualquer que já dizia  " o ser humano é insatisfeito por natureza".
É neste estado de guerra que neste momento me vejo envolvido, confinado ao espaço coberto de alguns metros quadrados sobre fogo cruzado... nice and exciting man!

Afinal também sou humano.

     

2 comentários:

SP1 disse...

I copy that and I relate to that. Over.
Às vezes sinto que estou no meio de uma bomba relógio prestes a chegar ao minuto zero.
Fucking Brains, Brain!

Ela disse...

dois dias para esta reflexão.
és um filósofo, amor!